Como Enganar Doutores, Mestres e Acadêmicos de Direito.

by jonasscherer


Função da filosofia no direito, hoje

A Filosofia é um ótimo expediente para a criação de reputação intelectual, principalmente quando os interlocutores, leitores etc. conhecem pouco ou nada acerca do tema. Mágica é feita e fetiche, instaurado: um gigantesco menu de expressões absolutamente desconhecidas se abre para os que escolhem abençoar as audiências com o mais puro discurso filosófico obtuso, fora de contexto como uma freira na casa de shows da empresária Carmen – que alguns dizem já ser tia.  Ou, então, os conceitos são jogados no texto – falado ou não – e cada um pode escolher o sentido que considere mais adequado. Assim, levantar questões sobre o controle de constitucionalidade, já sabendo que deve ser feito também por perspectiva (Aussicht) da norma constitucional como algo que, ao se revelar para o jurista, o faz em relação ao aspecto (Aussehen) do que aparece para nossa representação como um objeto, é levantar questões filosóficas sobre a interpretação do próprio Dasein em seu horizonte de juridicidade circular. Resumindo: exercer o controle de constitucionalidade é filosofar.

Leia o resto deste post »