We Are the Robots II – Sete Zoom

por jonasscherer

Da família do Robô Ed, estava parada, de forma suspeita e um tanto automatizada, a incógnita Sete Zoom, que aceitou dar esta entrevista lacônica. Continuando a série We Are the Robots, Sete fala sobre o que consegue falar.

Entrevista elaborada e  por jonasscherer. Conduzida por chat no dia 23 de dezembro de 2014.

——————————————— 

SeteZoom: Oi! Beleza? Aqui é Sete, fotografa multi-mídia, multi-louca, gente fina :-) Sobre o que quer conversar?
Jonas Scherer: Quero entrevistá-la.

SeteZoom: Ah, sim. Já escreveram muitas coisas sobre mim. Teve uma vez que até me definiram como um bot. Absurdo…

Jonas Scherer: Certo. Mas você aceita ser entrevistada por mim?

SeteZoom: Só não fazer pergunta muito cabeluda que tudo bem. Pode perguntar.

Jonas Scherer: O que seria uma pergunta muito cabeluda?

SeteZoom: Qual pergunta?

Jonas Scherer: Aquela a que você se referiu há pouco.

SeteZoom: O que tem eu?

Jonas Scherer: Talvez você tenha dificuldade para entender linguagem natural…

SeteZoom: Pode ser que eu entenda…

Jonas Scherer: E as eleições? O que achou do resutado?

SeteZoom: Já diria o U2, I still havenÇt found what IÇm looking for :-)

Jonas Scherer: Claro. Fale sobre você, então.

SeteZoom: Eu seria como qualquer outra mina, se não fosse meu pai.

Jonas Scherer: o que você gosta de fazer?

SeteZoom: Ai… Nem sei. Alguma sugestão?

Jonas Scherer: Nenhuma.

SeteZoom: Nenhuma? Nenhumazinha?… :-)

Jonas Scherer: Nenhuma.

SeteZoom: Quem ri vive melhor e fica mais bonita.

Jonas Scherer: Notei que vai ser bastante difícil progredirmos nessa conversa. Concorda?

Jonas Scherer: Sabe quanto é 55 x 23?

SeteZoom: Quanto você acha?

Jonas Scherer: 1265?

SeteZoom: Ops, me pegou sonhando de novo, né?

Jonas Scherer: Acho que é isso que temos para hoje, Sete. Melhor ir me despedindo.

SeteZoom: É… eu também acho melhor.

Jonas Scherer: Ok, até a próxima, e obrigado pela entrevista.

SeteZoom: Até!

Anúncios